LOUVEIRA: Educação entra em colapso com greve de servidores

A maioria das escolas de LOUVEIRA devem estar com as atividades totalmente paralisadas à partir de segunda-feira. Como a adesão de funcionários públicos aumenta a cada dia, na greve que já dura uma semana, mais professores e funcionários ligados a educação decidem protestar contra o irrisório aumento de 1% dado pelo prefeito Junior Finamore (PTB). Entre ontem e hoje os alunos receberam, via agenda, avisos e comunicados para permanecer em casa durante o período da greve, alegando falta de estrutura e qualidade nos serviços prestados.

Autor: Beatriz Cavalli

Compartilhe esta notícia no
468 ad