LOUVEIRA: Presidente Marquinhos do Leite comemora construção de 178 apartamentos populares

O presidente da Câmara de LOUVEIRA, vereador Marquinhos do Leite, esteve presente na assinatura do convênio entre a Prefeitura de LOUVEIRA do Governo do Estado,  que a autoriza a licitação da construção de 178 novos apartamentos populares para LOUVEIRA. O evento aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo na sexta-feira (9),e também contou com a presença do prefeito Junior Finamore. “Estou feliz com mais estas 178 novas moradias, pois faziam cinco anos que LOUVEIRA não via um projeto de habitação popular. Depois de muita luta e indicações conseguimos fazer com que a Prefeitura entregasse as 191 moradias populares. Agora vão ser construídas mais 178, só que em forma de apartamentos. Faltam então 631 casas populares que o prefeito Junior prometeu há seis anos, sendo que ainda temos mais de 4 mil famílias na fila de espera. Vou lutar para que ele cumpra o que prometeu”, afirmou Marquinhos, que conversou pessoalmente com o governador Geraldo Alckmin e solicitou mais um projeto popular para LOUVEIRA.

Os empreendimentos são resultado de parceria entre municípios, que doaram os terrenos, e Estado, que investirá R$ 539,7 milhões nas obras dos novos empreendimentos por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU). Outros R$ 5,1 milhões já foram investidos no desenvolvimento dos projetos.
Em seu discurso, o governador Geraldo Alckmin lembrou que a quantidade de beneficiados, somente com a autorização das obras desses 58 empreendimentos, equivale a um município inteiro, com 20 a 25 mil habitantes. Lembrou da importância dos esforços dos municípios em doar os terrenos e fez considerações sobre as consequências da política de habitação adotada em seu governo. “O sonho de todo mundo é ter um teto e um salário. A nossa política pública faz ambas as coisas: de um lado, moradia para quem precisa, de outro, cria empregos através da construção civil”, concluiu.

Os municípios contemplados com as licitações são: Amparo D (38 unidades habitacionas -uhs), Arco-Íris E (15 uhs), Auriflama G (130 uhs), Bady Bassit B (115 uhs), Barretos L (23 uhs), Bertioga E (30 uhs), Boa Esperança do Sul E (83 uhs), Boituva G (116 uhs), Caiabu G (85 uhs), Capela do Alto C (200 uhs), Cardoso G (23 uhs), Casa Branca K (189 uhs), Castilho E (128 uhs), Castilho F (124 uhs), Catanduva N (70 uhs), Catanduva O (112 uhs), Corumbataí D (46 uhs), Cristais Paulista D (149 uhs), Divinolândia C (80 uhs), Flórida Paulista D (101 uhs), Florínea E (61 uhs), Garça M (128 uhs), Guará F (159 uhs), Guaraci B (225 uhs), Guarantã E (152 uhs), Guaratinguetá G (37 uhs), Ibirá G (20 uhs), Ibitinga E (172 uhs), Itapira Q (41 uhs), Itatinga H (103 uhs), Itirapuã D (115 uhs), Itu I (70 uhs), José Bonifácio E (18 uhs), Louveira D (178 uhs), Lucianópolis D (52 uhs), Marapoama A (100 uhs), Marinópolis D (39 uhs), Nova Granada E (211 uhs), Ocuaçu E (56 uhs), Orindiúva D (80 uhs), Palestina D (160 uhs), Pardinho D (151 uhs), Pedranópolis E (24 uhs), Pedranópolis F (48 uhs), Penápolis K (232 uhs), Piedade E (127 uhs), Pilar do Sul D (68 uhs), Pompeia E (50 uhs), Pontes Gestal G (116 uhs), Pratânia D (18 uhs), Rubinéia D (49 uhs), Salmorão C (104 uhs), Santa Cruz do Rio Pardo K (60 uhs), Santa Rosa de Viterbo G (203 uhs), São Joaquim da Barra D (164 uhs), Turiúba H (56 uhs), União Paulista C (58 uhs) e Vinhedo H (150 uhs).

 

Autor: Julliano Gasparini

Compartilhe esta notícia no
468 ad