VALINHOS: Homem morre com suspeita de febre maculosa na Santa Casa

Um homem de 28 anos morreu, na manhã desta terça-feira (14), na Santa Casa de VALINHOS, com suspeita de febre maculosa. De acordo com a Prefeitura, a confirmação só vai sair após análise do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. A vítima estava internada há aproximadamente 20 dias na unidade médica e chegou a ficar entubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde de VALINHOS, o homem chegou à Santa Casa com febre muito alta e coloração amarela. O rapaz, que é morador do Jardim Jurema, tinha insuficiência renal e problemas respiratórios. Se for confirmada a morte por febre maculosa, será o segundo óbito pela doença no município.

TRANSMISSÃO

Para haver a transmissão da doença, o carrapato-estrela, hospedeiro da febre maculosa, precisa ficar pelo menos quatro horas fixo na pele da pessoa. Os insetos de menor tamanho são os mais perigosos porque são mais difíceis de serem vistos. Os primeiros sintomas aparecem de dois a 14 dias depois da picada. Na maioria dos casos, sete dias após a pessoa ser infectada. A doença começa com um conjunto de sintomas parecidos com o de outras infecções, como febre alta, dor no corpo, dor de cabeça, desânimo e manchas vermelhas na pele. O tratamento é feito com antibióticos e tem chances de cura. O atraso no diagnóstico pode provocar complicações graves que podem levar à morte, como o comprometimento do sistema nervoso central, dos rins e pulmões, lesões vasculares. (Fonte: G1)

Autor: Julliano Gasparini

Compartilhe esta notícia no
468 ad