VINHEDO: ‘Notas frias’ e condenação de ex-prefeito Kalu polemizam sessão

Furões do Vento foram homenageados pelo Encontro de Motos e suas doações à entidades

O tempo esquentou, não só no clima, mas também na 60ª sessão ordinária realizada na segunda-feira, (11), na Câmara de VINHEDO quando o vereador Marcos Ferraz (PSD) desafiou publicamente o ex-prefeito Kalu Donato para um debate em praça pública em torno da recente condenação do empresário e político vinhedense e de sua esposa no famigerado caso da ‘Máfia dos Sanguessugas’, descoberto em 2006 com superfaturamento de ambulâncias de até 260%. Sem contar a denúncia do vereador Edson PC, que envolve supostas notas frias no Serm (Secretaria de Serviços Municipais) e investigação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Coube ao vereador Marcos Ferraz, que foi vice de Kalu, fazer as ‘honrarias’ sobre a verdade por trás do processo que condenou o ex-prefeito à prisão. “Kalu fez uma ‘notinha’ pedindo desculpa. Mas ele tem que explicar porque todos estão condenados. Ele, a esposa dele e o secretário jurídico da época. Chamo o senhor Kalu para um debate público, em praça pública para o povo ver quem é o senhor de verdade, sem a presença de ‘paus mandados’ e de ‘línguas de aluguel”, bastante utilizados pelo ex-prefeito por aqui. Eu paguei um alto preço por acreditar um dia nessa pessoa. Kalu Donato e sua esposa Silvia Donato representam, como todos viram, um dos mais escabrosos casos de nepotismo explícito na história da política brasileira. Agora ambos foram condenados a dois anos e meio de cadeia na Justiça Federal. Mas o Ministério Público (MP) recorreu porque achou a sentença muito branda. Vamos lá, ‘seu’ Kalu, vamos debater em praça pública a sua condenação e a forma desastrosa como governou VINHEDO, mas sem a presença de suas “línguas de aluguel”. O senhor é um mentiroso. Vamos debater sobre o que a família Vedoin, envolvida no esquema dos contratos, falou dos senhor. Veja o que o relator da CPI, deputado Carlos Sampaio falou, e apontou que o Kalu é culpado. Vamos debater as contas de sua gestão, cheia de irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas. Está feito o desafio. Quero debater tudo isso com o ex-prefeito Kalu em praça público”, desbafou Marcos Ferraz.

Edson PC apresentou denúncias contra o ex-secretário do Serm, Márcio Balú

NOTAS FRIAS NA SERM?
E para por ainda mais fogo na sessão, o vereador Edson PC, liderado pelo presidente do PDT, o já citado Kalu Donato, apresentou mais denúncias contra a Administração do prefeito de VINHEDO, Jaime Cruz (PSDB), referentes ao recebimento de notas fiscais da compra de massa asfáltica pela Secretaria de Serviços, encabeçada até então por Márcio Balu, sem a devida entrega do produto. “Fiz denúncia ao Ministério Público e encaminhei cópia a cada um dos vereadores acerca do suposto recebimento de notas fiscais pela Secretaria de Serviços (Serm) pela compra de massa asfáltica, sem sequer receber o produto. Funcionários da Secretaria confirmaram ter assinado a nota sem ter recebido os materiais, em atendimento à ordem do então secretário, que agora foi transferido para a Secretaria de Habitação, para tentar fugir das investigações, sob a alegação de que o material seria despejado em outra área da Prefeitura. Mas o Gaeco está em cima e abriu inquérito. Tudo pode acontecer a partir de agora”, frisou PC.
Sobre as mesmas denúncias, Carlos Florentino (PV) pediu que os vereadores se reúnam para avaliar as informações apresentadas. “Devemos nos unir para avaliar essas denúncias, que são graves. Se realmente for comprovado tudo que foi dito por Edson PC o responsável pela irregularidade deverá pagar por isso”.

VIOLÊNCIA CONTRA ANIMAIS
Por outro lado a vereadora Flávia Bitar (PDT) comentou sobre o caso de envenenamento de animais na cidade. “Recebemos várias denúncias de que pessoas tem matado gatos envenenados na região central de VINHEDO, porém quando analisamos as imagens vemos que eles foram mortos de outra forma, pois estão cobertos de sangue e com marcas de pancada. Além disso, quando a zoonose vai recolher os corpos para análise estranhamente estes desaparecem. Acredito que muitas dessas denúncias tem como objetivo atrapalhar o trabalho de bem estar animal realizado pela Secretaria de Saúde, já que claramente quem a faz não quer a solução, já que cria dificuldades”. Flavia também comentou sobre os ‘paus mandados e ‘línguas de aluguel’ que defendem uma corrente política da cidade.

Flávia Bitar comentou sobre morte de animais e agradeceu apoio da FOLHA NOTÍCIAS e vereador Nil Ramos na campanha contra o envenenamento

MUDANÇAS DE ALTO CUSTO
O vereador Edu Gelmi (MDB) preferiu questionar as mudanças nas farmácias de alto custo do município. “Esses remédios eram oferecidos no CIS São Matheus e agora são oferecidos pela UBS da Vila Planalto. Toda mudança gera incomodos, mas o grande problema tem sido a demora no atendimento. Um cidadão afirmou que demorou mais de uma hora para duas pessoas serem atendidas. É preciso que o município disponibilize novos pontos de retiradas dos medicamentos, nem que seja por agendamento, a fim de não afetar o atual armazenamento. Fica a sugestão”.

ILÍCITOS DA ESTAÇÃO
Sua colega de partido, Ana Genezini cobrou do novo Secretário de Governo, Adriano de Souza, a adoção de providências a fim de conter o uso indevido dos vagões abandonados na estação ferroviária. “Há anos exigimos da Prefeitura que tome atitudes quanto o uso dos vagões da estação ferroviária como moradia irregular ou espaço para a prática dos piores ilícitos como o uso de drogas e práticas sexuais explícitas, o que tem incomodado a população que mora em torno, além de piorar a deteriorização do local. É preciso que a a Secretaria de Governo encabece isso em parceria com outras pastas relacionadas ao tema”, cobrou Ana.

GRANA PARA ASFALTO
Em sua fala, o vereador Rui ‘Macaxeira’ (PSB) abordou a liberação da verba de R$ 2 milhões para recapeamento de ruas em VINHEDO, cuja assinatura ocorreu no sábado, 09, firmando convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo para o repasse desse montante. “A convite do governador Márcio França, do meu partido, acompanhei a assinatura desse convênio com o prefeito Jaime Cruz, que permitirá que muitas ruas de nossa cidade possam ser recapeadas. Busquei essa verba junto ao governo em reuniões anteriores e agora, finalmente, fomos atendidos”, comemora ‘Macaxeira’.

Nil parabenizou organização da Festa Italiana, entre eles a WB, Túlio, e a Associação Italiana. Também deu as boas vindas ao vereador Geraldo Cangussú, em sua primeira sessão, substituindo Márcio Melle

LUTA E HUMILDADE
Por sua vez, o presidente da Câmara, vereador Nil Ramos (PSDB), cumprimentou o vereador Geraldinho Cangussu (PV), que assumiu como suplente de Márcio Melle (PNN), agora na pasta da Serm, por sua primeira sessão. “Em toda sua história sempre foi reconhecido por sua luta e humildade, e agora está nesse Casa, realizando seu sonho de ser vereador. Acredito que realizará um grande trabalho em nossa cidade, e te desejo as boas vindas à Câmara”.
Emocionado, o vereador Geraldinho Cangussu agradeceu a sua recepção na Câmara. “Agradeço os vereadores que participaram de minha posse e os que não participaram, mas se justificaram. Além disso, recebi várias mensagens me parabenizando e dando forças para trabalhar. Acredito que as pessoas que votaram em mim acompanham meu trabalho, e não só nas redes sociais, mas o trabalho nas ruas, pautado na verdade”.

PROTEÇÃO DE DADOS
Em temperatura mais moderada, o vereador Rodrigo Paixão (REDE), talvez pela aprovação do projeto de Lei Complementar nº 12/2017, de sua autoria, que dispõe sobre o tratamento de dados pessoais por pessoas jurídicas de direito público e privado no município, preferiu focar na propositura que regula formas de proteção de dados pessoais em VINHEDO, e institui órgão para contribuir no controle desses dados, como a Ouvidoria de Proteção de Dados e o Conselho Municipal de Proteção de Dados Pessoais e da Privacidade.
“Esse projeto foi desenvolvido por várias mãos dessa Casa, como técnicos do jurídico e do departamento legislativo, e de fora, como os técnicos da Unicamp. Instituímos a Política Pública de Proteção de Dados Pessoais no município de VINHEDO, de forma semelhante ao que foi instituído em âmbito nacional pelo Congresso, em relação aos órgãos da União” comemora Rodrigo Paixão.

RESPEITO AOS CICLISTAS
Também foram aprovados os projetos de Lei Ordinária nº 25/2018, que dispõe sobre a instituição no Calendário Oficial do Município da Semana de Incentivo ao uso de Bicicletas e Conscientização sobre a Importância do Respeito aos Ciclistas.

SEGUNDA VOTAÇÃO
Mas o projeto de Lei nº 15/2018, de autoria de Ana Genezini (MB) e Sandro Rebecca (PDT), que trata da disponibilização de brinquedos adaptados para crianças com deficiência em locais públicos e privados de lazer em VINHEDO foi aprovado em primeira votação por 10 votos favoráveis e 2 contra, de Geraldinho Cangussu e Paulinho Palmeira, ambos do PV, sob a alegação de que a propositura esbarra em alguns vícios de iniciativa. O projeto será novamente discutido e votado na próxima sessão ordinária.

Geraldo assume o cargo de vereador e agradeceu o apoio de todos

Macaxeira falou de sua presença com o prefeito Jaime Cruz na assinatura de convênio com o Governo do Estado, para recapeamento de ruas e avenidas de VINHEDO

Marcos Ferraz desafiou ex-prefeito Kalu Donato para debate público, para falar da condenação de prisão

Autor: Julliano Gasparini

Compartilhe esta notícia no
468 ad