VINHEDO: Sanebavi receberá R$ 5,6 milhões em recursos do Fehidro para investimentos em saneamento

Dois projetos apresentados pela Sanebavi no início do ano foram contemplados pelos Comitês PCJ para receber R$ 5,6 milhões em recursos financiados a fundo perdido do FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hídricos). Somando-se a contrapartida de 26% do município, os investimentos totalizarão cerca de R$ 8 milhões em obras de saneamento em VINHEDO. O anúncio dos projetos selecionados será feito hoje, sexta-feira, 11, em Holambra, durante reunião da entidade.
A liberação desse recurso é uma conquista importante para VINHEDO continuar investindo em saneamento. A Sanebavi já está trabalhando em outros projetos pensando no crescimento da cidade para os próximos anos. Esse é um trabalho constante para garantirmos qualidade de vida à população”, explica o prefeito Jaime Cruz.
Desde o início de 2016, com os esforços realizados entre a Prefeitura e a Sanebavi, VINHEDO obteve mais de R$ 12 milhões em recursos financiados a fundo perdido para serem investidos na cidade. Com mais a contrapartida do município, os investimentos chegam a mais de R$ 15 milhões em um ano e meio. Entre os projetos contemplados estão a troca de adutoras da Estrada da Boiada, a revisão do Plano de Saneamento Básico e a setorização do Vista Alegre.
O recurso que será liberado pelo Fehidro será utilizado para melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto Pinheirinho, com adequação do sistema de tratamento e também no abastecimento de água, com a setorização do sistema São Joaquim. “Desenvolvemos bons projetos para captar recursos que muitas cidades tentam e não conseguem. Nenhum projeto apresentado por VINHEDO aos Comitês PCJ foi recusado. Isso demonstra a seriedade do trabalho focado que realizamos em prol da cidade”, explica o superintendente da Sanebav, Danilo Ferraz.

PROJETOS
O primeiro projeto elaborado pela Sanebavi, orçado em cerca de R$ 6 milhões, prevê a adequação do sistema de tratamento de esgoto da ETE Pinheirinho que funciona há mais de 15 anos e hoje opera na sua capacidade máxima.
Serão realizadas diversas melhorias estruturais, além da manutenção e substituição de equipamentos eletromecânicos. Também faz parte da proposta a implantação de mais um módulo de tanque de aeração e um novo sistema de tratamento preliminar, e ainda, a ampliação na capacidade de vazão de lodo.
Com investimentos na ordem de R$ 2 milhões, o segundo projeto elaborado pela autarquia faz parte do Programa de Redução de Perdas que integra o Plano Diretor de Combate às Perdas de Água no município. A Sanebavi irá implantar dispositivos de controle de pressão no setor São Joaquim, onde existe atualmente cerca de 700 ligações residenciais. Integra o pacote de combate ao desperdício, a instalação de válvulas redutoras de pressão, a implantação de um sistema de monitoramento de vazão e nível dos reservatórios, além do monitoramento via remota.

Autor: Beatriz Cavalli

Compartilhe esta notícia no
468 ad