GERAL: Processo de impeachment contra Dilma é aprovado na Câmara

dilma

O pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) recebeu neste domingo, 17, votação mínima necessária  para sua aprovação do seu prosseguimento, que agora passa para o Senado. Para ser aprovado na Câmara, o processo dependia do voto de no mínimo 342 dos 513 deputados, ou dois terços do total. O resultado final foi de 367 à favor do impeachment, 146 votos contra,  sete abstenções e duas ausências, totalizando 511 votantes. A sessão de hoje começou com confusão, gritaria e empurra-empurra. Após as orientações de voto das lideranças dos partidos, a votação começou por volta das 17h45 e terminou por volta 23h. Foram seis horas até a decisão.

A votação foi acompanhada por milhares de brasileiros, muitos deles em manifestações nas ruas de várias cidades, em vários estados.

Na história política do país este foi o segundo processo de impedimento de um presidente da República que recebe encaminhamento por parte da Câmara dos Deputados. A primeira ocorreu em 29 de setembro de 1992, contra o então presidente Fernando Collor de Mello, do PRN, que teve seu pedido de afastamento acolhido.

 

468 ad