LOUVEIRA: Coluna de João Batista- ‘Louveirando’

Mais que trem bão!

Uma coisa puxa a outra. Sim, puxa. Caminhava eu pela Estação Ferroviária de LOUVEIRA quando me lembrei de um acidente de carro na Rodovia dos Bandeirantes nos anos 90´. Íamos eu, Fernando e Alessandro Franchi assistir um jogo de futebol entre Corinthians e Flamengo e, em determinado ponto da rodovia o carro derrapou e bateu. Foi um susto enorme, nos ferimos um pouco e o carro, um Monza que o Fernando dirigia, ficou bem danificado. Claro, não seguimos viagem e o pai dos meninos, o amigo Rubens Gonçalves, foi nos buscar.

A Polícia Rodoviária e o Socorro vieram, e eu, o mais machucado, me recusei, imaginem, ser socorrido, pois assustado que estava, achei tudo aquilo tão feio. Me trouxeram então para a Santa Casa de LOUVEIRA e, para o meu espanto, xucro que sou, fiquei abismado quando o médico prescreveu lavar com água e sabão e ficar em observação. Hoje, quando me lembro disso, dou risadas, gostosas risadas e, até hoje não me lembro se o Corinthians ganhou ou perdeu o jogo.

Engraçada a mente da gente, uma coisa muito legal, pode fazer lembrar outra coisa não muito legal. Explicando: Ao andar pela estação notei uma estação mais arrumada, com flores e em processo de uma faxina geral, uma faxina mais profunda e, o que me chamou mais a atenção foi justamente o balde com água e sabão, que me lembraram o atendimento na Santa Casa após o acidente de carro, aqui também representando a limpeza e o asseio. Coisas da cabeça da gente.

LOUVEIRA em breve, neste final de semana mesmo iniciou as viagens turísticas de trem, viagem esta, entre as cidades vizinhas, como VALINHOS e VINHEDO, podendo ser somente uma viagem de ida ou ida e volta. Ainda farei essa viagem, mas não agora já no início do projeto. Gosto quando a cidade se movimenta, se põe de roupa nova, de novas expectativas e de resgate do que já foi uma atração ou um serviço de excelência. Por enquanto será somente uma atração, mas futuramente, quem sabe as viagens de trem retornem.

Torço pela nossa cidade e faço a minha parte, assim como conheço muita gente que também faz a sua parte, e há também uma minoria, que no meu entender, deixa a desejar. Essa minoria, ao que parece, só quer que a cidade ofereça algo, mas não quer oferecer à cidade o retorno justo, numa troca de benefícios. Bem, mas isso fica para uma outra história, por ora estou e noto que há muitas pessoas felizes com o retorno dos passeios de trem. Entendo também que quanto mais apoio houver, mais possibilidades de novas adesões para que mais atrações sejam disponibilizadas. Agradeço aos que proporcionam a nossa LOUVEIRA estar entre as cidades mais bem avaliadas do país. Prestigiemos!

Trilha Sonora / O Trenzinho Caipira / Heitor Villas Lobos

Author: Geraldo Maia 62

Share This Post On
468 ad