LOUVEIRA: Coluna de João Batista – ‘Louveirando’

Respeitável Público

O espetáculo sempre ganha em grandeza quando há público para prestigiá-lo, seja que tamanho for este público, essas pessoas respeitáveis que se dispuseram a estarem naquele local onde ocorreria o espetáculo e, em alguns casos, o espetáculo maior passa a ser o público, que de coadjuvante, passa a ser protagonista. Isso é raro, mas acontece. Aqui em LOUVEIRA, no dia 26 de outubro, próximo passado, na Área de Lazer do Trabalhador, em que houve um quadrangular de vôlei entre algumas cidades vizinhas, havia um pequeno público que juntamente com os jogadores, comissão técnica e arbitragem fizeram o espetáculo.

Na verdade, havia bem pouca gente assistindo aos jogos e eu era um dos torcedores, em primeiro lugar por ter no vôlei o meu esporte favorito e também por querer prestigiar um evento promovido pelo Secretária Municipal de Esporte, Lazer e Juventude. Nesta etapa aqui de LOUVEIRA, contando com as equipes da Prefeitura Municipal de LOUVEIRA, Prefeitura Municipal de VINHEDO, Grêmio Recreativo Unidos do Jardim Pinheiros (VALINHOS) e EE Conde de Parnaíba (JUNDIAI). Foi um belo espetáculo e, ver a dedicação de todos, me deu um sentimento de gratidão por todos ali, mas em especial pelo professor Alexandre Coadalio que sempre está à frente dos bons espetáculos ligados ao vôlei, neste caso ele era o técnico também.

Ao meu lado, na arquibancada, havia um grupo de torcedores, torcendo por LOUVEIRA, que dava gosto de ver, pois eles entendiam do esporte, gritavam, davam palpites como todo bom e apaixonado torcedor. Não existe muita lógica em dizer que eu senti falta de mais torcedores, pois democrático que sou, penso que cada pessoa deva assistir ou não, ao espetáculo que queira, mas eu senti falta. Agora ou sempre que ouço que LOUVEIRA não tem nada para fazer, me vem à mente o seguinte “não acredito nisso”, pois sempre há o que se fazer em LOUVEIRA e é só andar por aí, “louveirar” em nossa cidade que um acontecimento, um “o que fazer’, se apresenta. A meu ver, quanto mais se prestigia, mais se promove, com mais variedades.

Sempre valorizarei o público, o bom público que vai a um espetáculo sabendo do que se trata ou então, sem saber muito, está justamente ali para aprender sobre e, somente a partir dessa premissa dizer se gosta ou não. Nem todo mundo vai gostar deste ou daquele espetáculo, mas sempre haverá os que gostam, porém, sem conhecer, fica muito mais difícil saber se gosta ou não. Entendo também que por muitas vezes não se vai a um espetáculo por vários outros motivos e que haja muita gente que gostaria de ter ido e não pode, isso acontece bastante comigo também, seja pelo horário, pela disponibilidade de tempo, um outro compromisso, um não ficar sabendo e por aí vai, digo rindo, “não vai”.

Respeitável público, aqui vai o meu aplauso e a certeza de que um espetáculo assistido ao vivo é muito mais emocionante do que visto pela telinha ou telona da tv. Por isso, se puder prestigiar prestigie, pois em todo espetáculo há a dedicação dos que o promove, seja em que área for, faça parte dos que alcunhamos como respeitável público.

Trilha Sonora / Superfantástico / Turma do Balão Mágico

Autor: Geraldo Maia 62

Compartilhe esta notícia no
468 ad