LOUVEIRA: Conselho de Segurança discute patrulhamento e pede para que população participe das reuniões

Membros do CONSEG (Conselho Comunitário de Segurança de LOUVEIRA) se reuniram no encontro mensal, por meio de videoconferência, para discutir melhorias na segurança da cidade. Representantes de grupos da comunidade envolvidos com a segurança pública, e dos Conselheiros, incluindo também a presença do Secretário de Segurança, Dr. Osvaldo Cândido, do Diretor da Guarda Municipal, Paulo Soares, do Comandante da Guarda Municipal, José Capacci, além do Chefe dos Investigadores da Delegacia, Sr. Paulo Stefani, e do prefeito Estanislau Steck, enfatizaram a continuidade de implantação do projeto do Plano Municipal de Segurança Pública e Defesa Social e tem comoobjetivo a maior interação entre todos os órgãos de segurança pública, entidades civis bem como a população em geral, servindo também de base para a obtenção de verbas estaduais e federais para serem aplicadas na segurança pública domunicípio. O Plano, bem como o Projeto de Lei da criação do Grupo de Gestão Integrada, já foram analisados e referendados pelo Poder Público e agora estará brevemente na fase de mais uma audiência pública, para socialização e posterior análise por parte dos vereadores.

Outro item de igual importância apresentado, foi o nível de incidentes criminais apresentados pelas Forças Policiais. Conforme informações dessas autoridades os casos estão dentro de sua normalidade, com exceção de casos recentes de algumas “saidinhas” de bancos que já foram solucionados. “Esses dados demonstram o que acontece no município em termos de Segurança Pública, bem como auxiliam as polícias Militar e Civil no dia-a-dia das suas atividades”, informou o Comandante Capacci. O que ainda preocupa as autoridades, são os casos de estelionato com a utilização da internet, via redes sociais, que aumentaram bastante durante a pandemia. Também, o furto em prédios públicos são fatos que devem ser solucionados. Sobre a suspeita de casos de agressão às mulheres estarem sendo subnotificados, um fato relevante foi o progresso significativo da Patrulha Maria da Penha, que juntamente com demais entidades assistenciais, está prestando um significante serviço de prevenção e atendimento às mulheres agredidas.

Comentou-se ainda, a importância do Questionário de Avaliação da Segurança Pública e do próprio Conseg, que está circulando nas mídias sociais e Whatsapp e que seu prazo expirará em 31 de agosto próximo.

A importância das respostas desse questionário na avaliação da segurança pública, por parte de seus usuários, que somos nós, os civis da comunidade, é essencial, pois muito poderemos contribuir com nossa avaliação e ideias para que, cada vez mais, tenhamos uma melhoria no curso das ações dos órgãos competentes. Esse questionário  inclui também perguntas se a pessoaque está respondendo conhece o Conseg. Após um mês de sua divulgação, as respostas mostram que a metade das pessoas afirma que conhecem a entidade, porém aproximadamente sessenta por cento não sabem como trabalhamos e isso posto, reforça-se o compromisso de sua divulgação, seja nas redes sociais, imprensa e reuniões nos bairros. Deve-se ter em mente que o Conseg surgiu para criar um espaço onde a comunidade pode se reunir e pensar estratégias de enfrentamento dos problemas de segurança, tranquilidade e insalubridade da comunidade, seguindo os preceito da filosofia de Polícia comunitária, juntamente com os próprios policiais e guardas municipais, Essa definição não está clara para muitos, e portanto, temos um campo vasto de trabalho de divulgação de nosso trabalho, pois imaginamos que uma vez que a população louveirense conheça o que estamos fazendo, junto com as forças policiais, automaticamente agirá pró ativamente e trará a sua contribuição espontânea, pois para todos nós, não basta ter a segurança física disponível mas também ter a sensação de estar seguro,  concluiu o presidente do Conseg LOUVEIRA, José Dimas Bessornia.

(Fonte:Conseg/Redação FOLHANOTICIAS )

Author: Geraldo Maia 62

Share This Post On
468 ad