LOUVEIRA: Primeiro caso de dengue de 2016 é confirmado na Vila Bossi

dengue2

Informação de fonte segura da Saúde de LOUVEIRA dá conta de que este ano já está confirmado um caso de dengue na Vila Bossi. Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de LOUVEIRA, durante todo o ano passado foram registrados 1.135 casos suspeitos, dos quais 362 confirmados. Em janeiro do 2015 foram notificados 25 casos e seis confirmados. Este ano, até o momento, 13 casos suspeitos foram comunicados, e apenas um confirmado.

Nunca é demais ressaltar a importância do engajamento da comunidade no combate do mosquito Aedes aegypti, que além da dengue também transmite a chikungunya e o zika vírus.

 

  1. Evitar água parada.
  2. Sempre que possível, esvaziar e escovar as paredes internas de recipientes que acumulam água.
  3. Manter totalmente fechadas cisternas, caixas d’água e reservatórios provisórios tais como tambores e barris.
  4. Furar pneus e guardá-los em locais protegidos das chuvas.
  5. Guardar latas e garrafas emborcadas para não reter água.
  6. Limpar periodicamente, calhas de telhados, marquises e rebaixos de banheiros e cozinhas, não permitindo o acúmulo de água.
  7. Jogar quinzenalmente desinfetante nos ralos externos das edificações e nos internos pouco utilizados.
  8. Drenar terrenos onde ocorra formação de poças.
  9. Não acumular latas, pneus e garrafas.
  10. Encher com areia ou pó de pedra poços desativados ou depressões de terreno.
  11. Manter fossas sépticas em perfeito estado de conservação e funcionamento.
  12. Colocar peixes barrigudinhos em charcos, lagoa ou água que não possa ser drenada.
  13. Não despejar lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos, mantendo-os desobstruídos.
  14. Manter permanentemente secos, subsolos e garagens.
  15. Não cultivar plantas aquáticas.
468 ad