LOUVEIRA: Time de basquete para cadeirantes dá exemplo de vida

2206 - Basquete para cadeirantes_Créd Izabela Reame (17)

O bairro Traviú, em Jundiaí, desde o ano passado é casa de um time de guerreiros, que dão um exemplo de vida para muita gente por meio do esporte. A quadra do local recebe duas vezes por semana o treino do time de basquete para cadeirantes, que estão representando a cidade de LOUVEIRA nas competições: atualmente a estadual e mais para o final do ano o brasileiro. A equipe existe desde 2004, mas era o time B de Rio Preto. Em 2011 houve a transferência para São Paulo, e no ano passado para o Traviú, onde, além dos treinamentos, a maioria dos atletas passaram a morar. O esporte entrou na vida dos atletas como forma de superação, após perderem a mobilidade das pernas. Hoje, o basquete é a profissão deles, além de oferecer uma nova perspectiva de vida. No total são 10 atletas brasileiros, e um angolano, o jogador Celestino. Todo esforço e superação do grupo vêm trazendo resultados, assim como a passagem de alguns pela seleção de base brasileira. Esequiel, foi convocado para a seleção principal brasileira e disputará o Parapan Americanos em Toronto, no Canadá, em agosto deste ano. O time é treinado por Rafael Abrão e coordenado por Silvia Santos, e conta com o apoio de Lúcia Gumerato. Lúcia jogou basquete por Jundiaí muitos anos, assim como na Seleção Brasileira. A empresária Vera Godoy também faz parte da equipe, como uma das fundadoras e patrocinadora. Neste sábado, 20, às 16h, todos poderão acompanhar de perto o time que joga pelo Campeonato Paulista, na quadra do Jardim Esmeralda.

468 ad