LOUVEIRA: ‘Xaropinho’ visita Louveira e dá entrevista exclusiva na Folha Notícias

Mascarenhas e o boneco criado por ele, Xaropinho, fez apresentação às autoridades e ao povo louveirense

Mascarenhas e o boneco criado por ele, Xaropinho, fez apresentação às autoridades e ao povo louveirense

Depois de uma rápida mas hilariante apresentação na Câmara Municipal de LOUVEIRA durante as comemorações do Dia das Mães, na manhã de sexta-feira, 8, o personagem Xaropinho, um boneco de rato que há anos acompanha o apresentador Carlos Massa, conhecido como Ratinho, em seus programas, e manipulado pelo ator Eduardo Mascarenhas, deu uma também rápida passagem pela redação da FOLHA NOTÍCIAS onde conversou com o presidente de honra, Julliano Gasparini, que pretende fazer parceria com o artista para projetos sociais.

XAROPINHO NA IGREJA
Na oportunidade, Eduardo Mascarenhas falou que agora, depois que se tornou pastor da igreja evangélica ‘Missão Vida Em Cristo’, utiliza o boneco nos cultos para descontrair os fiéis com piadas, mas fez questão de garantir que nas apresentações no templo são evitados os costumeiros palavrões utilizados pelo boneco na TV, o que, no entanto, não descaracteriza o conceito original do Xaropinho. “Na igreja, o boneco continua brincalhão, falando abobrinha. Isso porque não quero ficar podando meu humor por causa do puritanismo. Quando não estou fazendo humor, sou pastor Eduardo. Mas quando manipulo o Xaropinho não vou deixar de fazer piada, só que com o cuidado de não falar palavrão cabeludo”, afirma Mascarenhas, que escreveu um livro, o ‘Profissionais da Fé’, uma obra em que faz análise do momento atual do evangelho no Brasil, também chamado de mercado gospel.
O ‘dublê’ de ator e pastor explica que o uso do boneco nos cultos é uma forma de oferecer algum tipo de entretenimento sadio aos fiéis que geralmente não frequentam nenhuma atividade social fora dos cultos: “Geralmente a igreja é muito séria, sisuda, carrancuda. Mas muitas famílias não podem pagar para irem ao cinema, ao teatro, daí pensei em levar o Xaropinho para que pudessem ter um pouco de diversão”, acredita.

IGREJAS CAÇA-NÍQUEIS
Por outro lado, falando como renomado pastor, Eduardo Mascarenhas diz que o modelo de igreja seguido por algumas religiões é do tipo ‘caça-níqueis’ e surgem a todo instante para encher de fiéis, tomar grana deles e comprar emissoras de TV. “Eu me sustento com o que recebo do SBT e usamos as arrecadações da igreja para manter o Instituto Xaropinho, um projeto social que fundamos”, esclarece. O propósito de ter profissão e se manter com o salário parecem ser um princípio pessoal de Mascarenhas, que estuda Filosofia para dar aulas em universidades: “O meu desejo é me tornar um professor de faculdade no interior para ter uma vida mais tranquila”, comenta.

XAROPINHO PARA CRIANÇAS
Eduardo diz que o sonho dele e do apresentador Ratinho é transformar o Xaropinho numa espécie de Mickey Mouse brasileiro, com viés infantil. “Aos poucos, o rato vai deixar de falar palavrões. Porque todo mundo pensa que o Xaropinho é infantil, mas não é verdade. As abobrinhas que ele fala são para um público adulto. Por isso contratamos uma equipe para reformular a personalidade do personagem. Estou supervisionando esse trabalho pessoalmente porque eu e o Ratinho queremos tornar o personagem infantil para que ele seja eterno e vire uma espécie de Mickey Mouse”, admite Eduardo. No dia 22, Xaropinho volta para LOUVEIRA em apresentação na Festa da Uva, a partir das 19h.

MODELO DE ATUAÇÃO DO XAROPINHO NA IGREJA

Xaropinho – Beleza, Brasil, vai começar o Programa do Ratinho!
Mascarenhas – Está louco, Xaropinho? Você está na igreja!
Xaropinho – Meu Deus, que povo estranho… aquele é o Maguila ou o Datena?
Mascarenhas – Não, ele é o pastor.
Xaropinho – Pastor é para pastar?
Mascarenhas – Não, é para pastorear!
Xaropinho – Pastorear o quê?
Mascarenhas – As ovelhas. Todo esse povo são as ovelhas!
Xaropinho – Nossa, tem cada ovelha feia! Sabia que ovelha faz cocô redondinho?
Mascarenhas – Você está louco! Aqui é a casa de Deus!
Xaropinho – Deus está me ouvindo? Estou ferrado!

Parceria: o conselheiro James, Mascarenhas e Julliano

Parceria: o conselheiro James, Mascarenhas e Julliano

468 ad