LOUVERIA: Em sessão da Câmara, vereadores dizem ‘Amém’ para o Prefeito

lou_estanislau_cred-gegeu-maiaA 20ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de LOUVEIRA, realizada ontem, terça-feira, 22, iniciou com leitura de requerimento, de autoria do vereador Estanislau Steck (PSD), solicitando a instalação de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para apurar as desapropriações realizadas pela atual administração, cujo montante beira os R$ 100 milhões, e para averiguar as várias denúncias de irregularidades, tanto de valores, como de sub- avaliação das propriedades. Submetido a votação, o requerimento foi reprovado por 6 votos contra e 4 a favor.

Na sequência, Estanislau apresentou outro requerimento, desta vez, solicitando uma outra CEI para averiguar possíveis irregularidades cometidas nos alugueis de diversas propriedades, realizados pela Prefeitura Municipal de LOUVEIRA. Durante a discussão o vereador João Leite (PR) defende o prefeito, atacando o seu colega, dizendo que ele estaria cometendo um imbróglio para confundir a cabeça dos novos vereadores. Por fim, o presidente da casa, Nilson Cruz (PSD), defende a instalação da CEI por julgá-la pertinente. Mas ao ser colocado em votação, o novo requerimento foi também rejeitado por 6 votos contra e 4 a favor.

lou_alan_cred-gegeu-maiaOutro assunto discutido na sessão foi o Plano Municipal de Educação. O vereador Alan Jacuí (SDD) comentou que vai votar contra a plano do prefeito, que não levou em consideração nem os professores, nem o sindicato, e muito menos a promotora do município. Já o vereador Estanislau Steck entende que o prefeito não tem interesse no plano porque se trata de uma ferramenta de gestão, e não tem nada na constituição brasileira que obrigue a construção do plano municipal de educação pela Prefeitura Municipal.

“Este plano do prefeito e mais  um que vai ser aprovado, mas não vai servir para nada” [Estanislau Steck]

A vereadora professora Clarice (SDD) explica que o plano que foi aprovado pelos professores foi enviado ao Executivo, onde ficou por anos parado, e agora o prefeito manda de volta sem as 12 emendas criadas durante um ano de discussões dos professores e sindicatos. O estatuto dos funcionários públicos está há 30 anos defasado. “O prefeito tem total autonomia para manter o plano original, basta querer” [Professora Clarice]

“Se o plano não for aprovado LOUVEIRA vai ficar sem receber recursos estaduais e federais. Como o prefeito acha que LOUVEIRA tem dinheiro sobrando e não precisa de dinheiro, então o plano fica como o prefeito quer.” [Estanislau Steck]

Colocado em votação o plano municipal de educação do prefeito foi aprovado por 7 votos a favor e 3 contra, dos vereadores Clarice, Alan e Estanislau.

HOMENAGEM
O vereador Alan Jacuí (SDD) dedicou palavras de sua fala em homenagem ao vereador Reginaldo Lourençon, falecido há 1 ano, em 22 de novembro de 2015. “Seu nome sempre será lembrado porque você era muito autêntico e verdadeiro. Um dia nós nos encontraremos, pela graça do Senhor.”

468 ad