REGIÃO: “As pessoas estão cansadas do PT, do PSDB, e querem mudança”, afirma André, filho de Paulo Skaf

André, filho do candidato Paulo Skaf, visitou a sede da FOLHA, em LOUVEIRA

André, filho do candidato Paulo Skaf, visitou a sede da FOLHA, em LOUVEIRA

Equipe do candidato ao Governo de São Paulo, Paulo Skaf, visitou a redação da FOLHA e esteve em VINHEDO e VALINHOS.

André Skaf, filho do candidato ao Governo de São Paulo, Paulo Skaf (PMDB), visitou no último sábado, dia 6, a redação da FOLHA NOTÍCIAS, sendo o único veículo da região a conseguir uma entrevista exclusiva com a família Skaf. Na ocasião, André que é integrado à campanha do pai, salientou suas propostas e projetos para a região, inclusive no que diz respeito ao aumento da criminalidade e também sobre a falta de água. André esclareceu sobre as inverdades, segundo ele, proferidas contra seu pai pelo principal concorrente à corrida eleitoral, Geraldo Alckmin.

Foi divulgada na última terça-feira, dia 9, mais uma pesquisa Ibope para o Governo de São Paulo que mantém Alckmin com vantagem na pesquisa de intenção de votos, com 48%. Paulo Skaf e Alexandre Padilha (PT) ainda estão distanciados. Skaf tinha 23% da intenção na pesquisa anterior, mas caiu para 18%, enquanto o candidato do PT subiu um ponto, de 7% para 8%. Dessa forma, a vantagem do atual governador e candidato a reeleição sobre seu mais direto concorrente subiu de 24 para 30 pontos.

Entretanto André Skaf explicou que haverá uma surpresa quanto aos números eleitorais. “Quando iniciamos a campanha não éramos conhecidos e nossas propostas, haja vista serem mais reais e sólidas que dos demais candidatos, não estavam ainda sendo discutidas e observadas pelos paulistas. Em 15 dias tivemos um crescimento mais do que esperávamos. Isso mostra que estamos no caminho certo e convictos que os eleitores estão analisando piamente nossas propostas e as comparando. As pessoas estão cansadas do PT, do PSDB, e querem mudança. Nós em duas semanas, subimos muito nas pesquisas e temos mais quatro semanas”, enfatizou o jovem empresário.

A candidatura do peemedebista tornou-se o alvo dos concorrentes depois que Skaf ganhou muito mais pontos percentuais em um mês, do que se esperava. Alckmin começou a série de ataques ao rival com um vídeo em seu horário eleitoral, que dizia: “O Skaf esconde, mas ele está com o Kassab, com o Maluf e esconde até o Fleury, aquele governador que quebrou São Paulo”. “Quanto aos ataques, isso mostra um total desespero. Depois de 20 anos continua governando da mesma forma, com a mesma visão, do mesmo jeito e com os mesmos problemas. Por exemplo, o PP é um dos maiores partidos de São Paulo e foi o partido que nos manifestou apoio. Não foi meu pai que apoiou o Kassab. O Alckmin insistiu para ele está na nossa chapa e o Kassab optou por nos apoiar e não ficar com o Alckmin”. André minimizou a participação de Fleury na campanha, afirmando que o ex-governador é apenas colaborador do plano de governo. Ressaltou ainda que, se eleito, seu pai é que irá governar, sem estar à sombra de outras figuras políticas.

André representou o pai, Skaf, nas reuniões

André representou o pai, Skaf, nas reuniões

Para a região de Campinas, André reforçou o compromisso de seu pai quanto aos problemas e garantiu atenção máxima a dois problemas que assolam VINHEDO, VALINHOS e LOUVEIRA, e demais cidades. O crescimento da criminalidade, especialmente os roubos, e também a falta de água. “Na região de Campinas, assim como em todo o Estado vamos melhorar o salário da Polícia, dar treinamento e equipamento”, reforçou. André também foi incisivo ao falar da postura de seu pai quanto à redução da maioridade penal. “Somos a favor da redução da maioridade penal, sim. O jovem de 16 e 17 anos tem direito de escolher os governadores, então, se tem direito, tem deveres também”.

O Estado vive uma das piores secas da história e uma crise de desabastecimento que tornou necessária a extração do volume morto no Sistema Cantareira e ameaça também outros sistemas. Sobre o assunto, André afirmou que há dez anos faltou água em São Paulo e que hoje novamente falta água no Estado. “Existem projetos, o que faltou foi executá-los. O problema da falta de água em São Paulo não é falta de chuvas, mas de obras. Como governador, meu pai fará todas as obras necessárias, executará todos os projetos que existem para que São Paulo não tenha mais qualquer problema de falta de água”, disse André Skaf.

Por fim, André também falou que pretende melhorar o ensino das escolas estaduais. “As escolas públicas do estado não tem qualidade. Os alunos passam sem aprender com a chamada aprovação automática. Meu pai, como presidente do SESI e do SENAI, vai trazer toda a sua experiência na educação e vai implantar o ensino integral nas escolas do Estado a partir de 2016. Um planejamento e projeto para dez anos”, encerrou.

Após conversar com líderes de partido em LOUVEIRA, André foi à VINHEDO, onde se reuniu com o presidente do PMDB, o empresário João Marcos Lucas, o vereador Edu Gelmi, e correligionários. De lá, partiu para VALINHOS, onde teve encontro com filiados do PMDB valinhense, sob o comando do ex-prefeito Marcos José da Silva, que preside a sigla.

Neste sábado, outro líder do PMDB, o presidente Estadual Baleia Rossi, junto ao deputado Jorge Caruso, devem visitar VINHEDO e LOUVEIRA.

 

468 ad