REGIÃO: Parque Ecológico dá início a Rota Food Truck Campinas nos dias 22 e 23 de agosto

VAL_foodstock_reprodução

A cidade de Campinas inaugura, nos dias 22 e 23 de agosto, a Rota Food Truck Campinas, que começa pelo Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim e irá percorrer 10 regiões diferentes da cidade, até o final do ano. O circuito é uma realização da Merko em parceria com a Prefeitura Municipal de Campinas com a proposta de ocupar os espaços públicos com lazer, atividades culturais e eventos gastronômicos.

O Parque Ecológico foi o endereço escolhido para abrir o roteiro, que irá circular pela cidade. Nesta primeira etapa, estarão participando 15 food trucks e 3 food bikes, distribuídos linearmente ao longo de 90 metros. O curador da Rota Food Truck Campinas é o chef Helton Pereira, do “Yakissoba do Chef”.

Entre os objetivos do evento estão: promover atividades em espaços públicos e ao ar livre. Ressignificação destes espaços como um bem da sociedade. Fomentar o mercado e a experiência com food trucks em diversas regiões de Campinas, a preços acessíveis. Os valores das opções gastronômicas variam de R$6 a R$30 reais.

No Parque Ecológico, haverá palco para música ao vivo e espaço kids. O visitante também poderá conhecer a tradicional feira orgânica que ocorre todos os domingos no parque, das 7h às 11h, bem como aproveitar a recém-inaugurada pista de mountain bike. Outra opção é participar da Corrida Eco Running, que será realizada no mesmo fim de semana, no dia 23 de agosto, com largada prevista às 9h, no domingo. O evento terá o apoio da Guarda Municipal na segurança e o estacionamento é gratuito.

Até agora, os trucks confirmados para o evento são Clássicos do Hot Dog, Food Bike do chef Arnaldo Ferraz, Pit Stop Pizza, The Primu’s Food Truck, Hunguer Killers, Woloks Burguer, Sr. Strogonoffe, Blits Burguer, Churros do Amigão, Doce Magrela, Antonello Food Bike, La Mia Pasta.

Ao longo do semestre, o circuito passará por espaços públicos que já são mais comuns de receber este tipo de evento, mas também irá intercalar com bairros mais afastados do centro, entre eles, Vila União, Ouro Verde, Vida Nova e Campo Grande. A finalidade é proporcionar experiências gastronômicas inovadoras à população de todas as classes sociais.

 

468 ad