REGIÃO: Sem dinheiro, Hopi Hari tem até a energia cortada

A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) suspendeu o fornecimento de energia elétrica para o parque de diversões Hopi Hari, em VINHEDO, por falta de pagamento dos serviços contratados. A suspensão ocorreu no dia 10 de abril, e a CPFL afirma que a medida representa o último recurso da concessionária diante do débito do cliente.

Segundo funcionários, as atividades não foram interrompidas e o estabelecimento está funcionando por meio de gerador.

No ano passado, a Justiça aceitou o pedido de recuperação judicial feito pelo parque de diversões. A solicitação é uma tentativa da empresa de se reorganizar para pagar as dívidas e evitar a falência.

Em nota, o novo presidente do Hopi Hari, José Luiz Abdalla, diz que “A energia elétrica fornecida pela CPFL foi interrompida por não termos chegado a um acordo sobre formas de pagamento de dívidas antigas – o que esperamos aconteça em breve. O Hopi Hari tem tomado todas as medidas necessárias para continuar funcionando normalmente para o seu público, com todas as garantias”.

O parque mudou de gestão no dia 29 de dezembro e passa por um período de transição e de reestruturação.

468 ad