VALINHOS: Clayton rebate acusações de Orestes e diz que transição já começou

val_transicaoposse_cred-rfnRebatendo as declarações do prefeito eleito, Orestes Previtale (PMDB), de que está tendo dificuldades em obter informações da atual administração de VALINHOS, o prefeito Clayton Machado (PSDB) respondeu à reportagem da FOLHA NOTÍCIAS que a transição já começou e que duas reuniões já foram feitas entre vencedor e vencido, e, portanto não existem dificuldades.

NO GABINETE
Para Clayton Machado, a legislação municipal que estabeleceu a transição no município de VALINHOS é de sua autoria, e foi criada em 2012, quando era vereador. “Na campanha eleitoral deste ano, o então candidato Orestes mostrou, em várias entrevistas concedidas, conhecer muito bem os números da Secretaria da Fazenda. Ele é vereador há 4 anos e, por meio de requerimentos, têm muitas informações da Prefeitura e acompanha, como é de ofício, a realidade do município. Eu mesmo já o recebi em meu gabinete e conversei com Orestes em várias oportunidades antes e depois da eleição”garante.

DOIS DECRETOS
“Inclusive já foram publicados dois decretos de minha autoria que mostram a total transparência da administração nesta fase de transição. Os decretos nº 9.305 e 9.306, ambos de 20 de outubro de 2016, compõem a Equipe de Transição de governo com membros indicados pelo próprio Orestes, e que já foram empossados, entre os quais o do sr. Argemiro João Barduchi, que foi secretário municipal da fazenda da prefeitura de VALINHOS até dezembro de 2012, portanto, também conhece a cidade. Esta comissão já está trabalhando”, assegura Clayton Machado.

OUTRO LADO
Para o prefeito eleito, Orestes Previtale, a transição está acontecendo desde o dia 31 (segunda-feira), com os dois grupos, do prefeito atual e o do prefeito eleito, responsáveis pelo processo transitório, mas está se dando de forma muito tímida por causa da falta de várias informações. Ele alega que está faltando agilidade e transparência, e que por isso não vai ter o tempo que gostaria para planejar o início de sua gestão. “Mesmo assim, já defini algumas pessoas para o primeiro escalão. Mas só vou fazer o anúncio dos nomes quando minha equipe estiver toda definida”, pondera.

DÍVIDAS
Para o novo prefeito, o principal desafio no início da gestão é reduzir os R$ 150 milhões de dívidas em curto prazo. Por enquanto ele pensa em diminuir cargos comissionados.

468 ad