VALINHOS: Projeto permite agendar consulta por telefone nas Unidades Básicas de Saúde

Foi aprovado por unanimidade na sessão da Câmara de VALINHOS desta semana, o projeto de lei do vereador Israel Scupenaro (MDB), que permite o agendamento de consultas via telefone nas Unidades Básicas de Saúde do município. O objetivo, segundo o parlamentar, é facilitar a vida principalmente de idosos e de pessoas com deficiência, evitando o deslocamento de pacientes até os postos de saúde apenas para marcar consultas. “Hoje, quando é 5h, 6h da manhã, já tem gente na fila, esperando para agendar consulta (…)  Esse sistema vai descongestionar a Unidade Básica de Saúde porque não vai ter tanto movimento de pessoas indo lá”, discursou Scupenaro.

De acordo com o projeto, o agendamento será possível nas unidades em que o paciente já está cadastrado, e a informação sobre a possibilidade de marcação de consultas por telefone deverá estar em local visível em todas as UBSs. Em discurso, o vereador Giba (MDB) mostrou preocupação com as filas formadas nos postos de saúde. “Teria que fazer um planejamento das férias dos médicos e isso é feito em qualquer lugar. Aí deixa a agenda aberta e as pessoas não precisam chegar lá naquele dia pré-determinado e ficar na fila para marcar [consulta]. Sempre questionei esse tipo de atitude”, afirmou. O vereador Aguiar (PSDB) destacou que a marcação de consultas na iniciativa privada já funciona muito bem. “O setor público está muito defasado. O mundo moderno exige agilidade. O tempo hoje é muito precioso. As pessoas não podem perder tempo”, disse. Com a aprovação do projeto, ele segue para sanção ou veto do prefeito Orestes Previtale (PSB).

BICICLETA

Os vereadores também aprovaram por unanimidade o projeto de lei do vereador Alécio Cau (PDT), que institui em VALINHOS o Programa Bicicleta Brasil, para incentivar o uso desse meio de transporte no município. O texto traz diretrizes, objetivos e ações que vão nortear a implementação do programa na cidade. Entre as diretrizes do programa estão a criação de uma cultura favorável aos deslocamentos cicloviários, a redução na emissão de poluentes, a melhoria da qualidade de vida da população e a inclusão de espaços para bicicletas nas ações de planejamento do governo municipal. A proposta também segue para o prefeito Orestes sancionar ou vetar o projeto.

O vereador Alécio Cau

COMPROVANTES DA FESTA DO FIGO

O vereador Alécio Cau (PDT) apresentou ainda requerimento, solicitando à Prefeitura que envie cópias dos comprovantes de pagamentos feitos pelas empresas que atuaram na Festa do Figo e Expogoiaba. No documento, ele solicita comprovantes que somam pouco mais de R$ 400 mil, de acordo com os valores fixados nas licitações. Alécio Cau também questiona se houve processo licitatório para exploração dos espaços do Pavilhão Industrial e, em caso negativo, qual critério foi utilizado para venda dos espaços. Para entender melhor o caso, o vereador pede ainda o mapa com a divisão do pavilhão com o nome e valores pagos por quem o utilizou e pergunta qual foi o valor total arrecadado pela Prefeitura. O requerimento foi encaminhado ao Poder Executivo.

 

468 ad