VALINHOS: Suspenso provisoriamente mandato do vereador Kiko Beloni

Por determinação da Justiça Eleitoral, publicada na quinta-feira, 26, está suspenso provisoriamente o mandato do vereador Kiko Beloni (PSB). De acordo com decisão judicial, quem assume o lugar de Kiko provisoriamente é o primeiro suplente, no caso o médico Moysés Abujadi.

SUSPEITA DE FRAUDE
A justificativa dada pelo Juiz Paulo Rogério Santos Pinheiro é que Kiko Beloni teria cometido fraude nas eleições para vereador devido ao registro de candidaturas fictícias destinadas a atingir a cota eleitoral de gênero (proporção necessária de candidatos entre homem/mulher).

RECONTAGEM
Ainda de acordo com o ofício da Justiça Eleitoral, o Cartório Eleitoral fará a recontagem dos votos das eleições proporcionais anulando os votos obtidos pelos candidatos a vereador da coligação (PSD/PSB/PN/SD/PTB). Somente após a recontagem é que será definido o vereador que irá substituir Kiko Beloni, caso seja realmente cassado.

PROVISÓRIO
O vereador acusado de fraude tem sete dias para apresentar sua defesa. E caso a Justiça decida por sua suspensão, o presidente da Câmara deverá fazê-lo de imediato. A vaga de Kiko Beloni deverá ser preenchida de modo provisório pelo primeiro suplente, no caso o médico Moysés Abujadi, que exercerá o mandato até a proclamação do resultado das eleições proporcionais.

 

468 ad