VINHEDO: Após anunciar pré-candidatura e mudança de partido, Marta Leão fica sob os holofotes na Sessão

A8_Camara VDO_Crédito Carol Martins (33)

Não teve pra ninguém a noite da 11ª Sessão Ordinária da 16ª Legislatura da Câmara de VINHEDO, na última terça-feira, 8. Bem-humorada e visivelmente mais entusiasmada que o habitual, a vereadora Marta Leão (PSD) se destacou durante a sessão curta, esvaziada (mais uma vez) e com expediente sem grandes surpresas. Até um ramalhete de rosas vermelhas a parlamentar e pré-candidata a prefeita de VINHEDO ganhou do ‘Sombra’, manifestante e frequentador da Câmara Municipal. “Fiquei feliz por ela ter mudado de partido. Toda mudança é bem-vinda”, justificou sobre o anúncio da saída de Marta do PSD e sua ida para o PSB.
Marta também foi cumprimentada pela troca de legenda pelo vereador Hamilton Port (PROS). Mas a atenção sobre o assunto acabou sendo desviada, após o parlamentar perder a paciência e a compostura com o ti-ti-ti entre Ana Genezini (PTB) e Rubens Nunes durante a sua fala na fase da explicação pessoal. “É preciso que mudemos o nosso comportamento. Quem não quiser ouvir, que não converse. Que parta para outro lugar e deixe o propósito definido de perturbar o sossego. Não demonstrar grosseria, falta de educação. Façamos pelo menos silêncio. Tenho essa deficiência de não conseguir falar se a audiência não estiver em silêncio”, se irritou. Ana, de costas para o edil, continuou a conversa.
Depois de bradar e chamar o presidente da Câmara, Márcio Melle (PSB) a intervir em situações como essa, Port se retirou do plenário e foi embora. Ana então solicitou ao vereador Nil Ramos, também do PROS, a dar um aconselhamento ao companheiro de legenda. “Desse jeito ele vai acabar tendo um ataque cardíaco. Muito nervoso! Não estava falando dele com o Nunes e nem atrapalhando a sua fala”, ironizou. Rubens Nunes também se defendeu em sua fala e solicitou que Melle chame a atenção do parlamentar sobre a conduta inadequada dentro da Casa das Leis. “Nada impede que eu converse com outro vereador sobre os trabalhos da Casa, desde que eu não atrapalhe a sua fala. Não concordo com a sua postura na noite de hoje”, afirmou. O presidente confirmou que conversará com Port sobre o incidente.
Apesar do mal-estar, da chuva que caiu ininterruptamente e do esvaziamento da pauta por conta do pós-feriado, nada parecia mesmo abalar Marta Leão, que transparecia excitação com sua nova condição política e, a todo momento, conversava ao pé do ouvido com a também pré-candidata Ana Genezini. Buscando não se comprometer em sua fala, entusiasmada, agradeceu ao convite para participar, assim como todos os presentes, parlamentares e cidadãos que assistiam à sessão, do ‘Encontro dos Amigos do Bem’, nos dia 19 e 20 de setembro, no Parque Municipal Jayme Ferragut, com o objetivo de interação entre ONGs, entidades, autoridades e comunidade, no sentido de se pensar em ações e políticas públicas que envolvam principalmente a causa animal e oncológica. Além disso, mencionou a perda recente do médico Manoel Matheus Netto na semana passada, lembrando sua contribuição e exemplo de vida.
MÉDICO DO POVO
Aliás, a trajetória do profissional, que faleceu aos 87 anos, conhecido como o ‘médico do povo’, foi lembrada por praticamente todos os vereadores que fizeram questão de enaltecer a vida pessoal e profissional do profissional e ser humano. Usando seu tempo, o vereador dr. Dario Pacheco (PSDB) chegou a se emocionar ao lembrar de sua convivência com o dr. Matheus. Na sequência, disse ter se surpreendido durante a semana com a notícia de que o prefeito Jaime Cruz estaria deixando o PV para entrar no PSDB. “Porém, conversei com o prefeito por telefone, e ele confirmou o convite da legenda, mas garantiu que não iria tomar qualquer decisão antes de conversar muito sobre o assunto, explicando que jamais iria prejudicar um presidente, um partido, uma ideia, ou uma pré-candidatura para prefeito”. Pacheco reafirmou sua pré-candidatura para prefeito e lembrou ainda que já foram divulgados vários outros nomes para o cargo, como Marta Leão, Edu Gelmi, Ana Genezini, Rodrigo e Kalu Donato, e que essa diversidade é positiva para a democracia. E arrematou com um: “Conto com o voto de vocês!”, o que foi recebido às gargalhadas por todos os presentes. “Ô loco! Já tá fazendo campanha!”, gritou alguém da plateia.
Ana Genezini não perdeu a deixa e no seu tempo de explicação pessoal saiu-se com essa: “Tem tanto pré-candidato a prefeito em VINHEDO que vai faltar candidato a vice”, fez graça.
FAZENDA CACHOEIRA
Dois vereadores tocaram no assunto Fazenda Cachoeira. Edu Gelmi (PMDB) lembrou que a discussão sobre os rumos do projeto foi suspensa em decorrência da mudança do Plano Diretor. “Eu só espero que a empresa não faça lá o que ela pode fazer. Por que se ela fizer eu vou ficar com dó da área e do município. A municipalidade não tem condições de adquirir a área. Que esse planejamento urbano possa ser feito com mais seriedade”, conclamou.
Já Nil Ramos (PROS) citou reportagem da edição passada da FOLHA NOTÍCIAS, que fez uma comparação entre o caso da fazenda vinhedense e o projeto encampado pelo Executivo de Jaguariúna que transformou e preservou a Fazenda Florianópolis. “As duas sedes são muito parecidas. O prefeito Tarcísio chamou para si a iniciativa de fazer um loteamento fechado no local, de 500 lotes, e ao mesmo tempo houve a preservação ambiental. É um exemplo para se pensar”, afirmou Nil.
EXPEDIENTE ‘DIET’
O Expediente do dia apresentou um Projeto de Lei, 23 Projetos de Decretos Legislativos para a concessão de medalhas, títulos, diplomas e ordem do mérito; duas Moções de Aplausos e uma de Pesar, onze reiterações de indicações e 21 indicações (cuja leitura foi dispensada). Na Ordem do Dia, dois requerimentos de informações ao Executivo.

468 ad