VINHEDO: Através de carta a revista, mãe declara seu amor a filho com vitiligo

O amor de uma mãe ao filho virou carta publicada em revista neste mês de julho. Ediana de Paula abriu seu coração para o garoto Ignys, com quem mora desde 2013 ao lado do pai dele, Alex, em VINHEDO, na publicação da Revista Bahia Kids Magazine. A família veio de Bom Sucesso (MG), a 205 quilômetros de Belo Horizonte, e mostra que nada pode atrapalhar a relação do menino – hoje com oito anos – com seus pais. Nem o vitiligo.


Trata-se de uma doença caracterizada pela perda da coloração da pele. As lesões formam-se devido à diminuição ou à ausência de melanócitos (células responsáveis pela formação da melanina, pigmento que dá cor à pele) nos locais afetados.


O vitiligo não é uma doença infecciosa, não é transmissível para outras pessoas. Não se pega vitiligo; apenas se desenvolve essa doença, que afeta diretamente a autoestima do paciente e pode gerar muito preconceito contra ele.


A principal preocupação de Ediana era quando Ignys fosse para a escola. “Durante o primeiro ano dele, meu medo era que ele sofresse preconceito. A cada dia que ele ia à escola, eu ficava com o coração na mão… E meu maior medo realmente aconteceu quando um coleguinha de classe o chamou de ‘descascado’. Outra vez, outro amigo falou para ele que a manchinha dele parecia um desenho. Ignys chegou chateado em casa, sem dizer palavra nenhuma. Passou direto para o quarto e eu, preocupada, fui ver o que havia acontecido. Perguntei e ele disse que nada havia acontecido. Insisti e ele me contou tudo. Conversei com ele sobre o acontecido, expliquei, passei positividade e firmeza”, relatou a mãe. A mensagem de Ediana ao garoto foi seguida por um conselho: “Devemos aproveitar as coisas boas e não ligar para piadinhas, porque de críticas como essa não tiramos proveito. Essas coisas ruins não devem descer ao coração. Disse ainda para que ele sempre tente ser um menino bom”.
Logo que o resultado do exame de Ignys chegou, a médica informou à família que ele tinha vitiligo. “De repente, minha casa caiu. Jamais imaginaria que aconteceria algo assim, até porque pensávamos que ninguém na nossa família tem. Há pouco tempo descobrimos que a tia do Alex, pai do Ignys, tem vitiligo, para nossa surpresa. Tudo na vida é de fato questão de aceitação”, disse a mãe do garoto.

SONHO DE SER MODELO
Ediana revela que, atualmente, o menino de oito anos já entende o que é o vitiligo e sabe o que quer. “O Ignys tem um sonho pessoal. Quer ser modelo. Sempre dou forças a ele e falo para que nunca desista dos seus sonhos. Que tenha fé, pois a resposta um dia vem. O Ignys ora todos os dias e agradece pelo alimento e por tudo o que tem na vida. Na verdade, eu aprendo muito com ele”, finalizou a mãe.


Veja mais sobre a Revista Bahia Kids Magazine no Facebook – https://www.facebook.com/BahiaKidsMagazine/.

(Fonte:BahiaKids/Adaptação:Paulo Behr/Imagens:Rafael Souza/Da Redação FOLHANOTICIAS)

Author: Geraldo Maia 62

Share This Post On
468 ad