VINHEDO: Câmara debate eleições e homenageia vinhedense Paulo Baffa

Florentino falou da demora nas obras da Prefeitura e pediu para ‘tirar tinta vermelha das lombadas’

As eleições do dia 28, domingo, dominaram os debates durante 75ª Sessão Ordinária realizada segunda-feira (29), na Câmara Municipal de VINHEDO. Mas também foram apresentados, votados e aprovados por unanimidade os projetos de Lei nº 52, 55 e 56, que, respectivamente, autoriza a Prefeitura a celebrar convênio com o Governo do Estado para implantação do projeto Escola da Beleza; denominar a Avenida Paulo Baffa à Avenida 1 do Distrito Industrial; e revogar a Lei Municipal nº 3.546 de 2013, que alterava a destinação de área da municipalidade e concedia direito real de uso à Associação Beneficente e Cultural Capela do Espírito Santo . Também o projeto de Resolução nº 04/2018, que autoriza a mesa diretiva da Câmara a admitir estudantes em regime de estágio profissional e bolsas-trabalho, foi aprovado por unanimidade.

PAULO BAFFA
A homenagem póstuma ao empresário vinhedense Paulo Baffa também mereceu atenção da maioria dos vereadores, entre eles Paulinho Palmeira (PV), Marcos Ferraz (PSD) e Ana Genezini (MDB) que lançaram elogios à conduta do homenageado por seu espírito empreendedor a favor do desenvolvimento do município de VINHEDO, da sua generosidade silenciosa ao ajudar diversas entidades de cunho social, e da própria Santa Casa de VINHEDO. Presentes à sessão os filhos de Paulo Baffa que se emocionaram com a homenagem prestada pela Câmara ao seu finado pai. O projeto foi apresentado pelo vereador ‘Rui Macaxeira’. “O senhor Paulo Baffa nasceu em São Carlos, depois morou em São Paulo, onde trabalhava no ramo de confecções, mas foi em VINHEDO, que escolheu para morar e fixar suas raízes familiares. Montou o primeiro mini shopping de VINHEDO, no Centro, e na década de 1980 contribuiu muito para a expansão do comércio. Montou também uma das primeiras casas noturnas da cidade, e foi um dos fundadores do ‘Clube dos Quarenta’, em atividade até hoje. Sempre ajudou as entidades assistenciais, e nunca negou esforços para manter a Santa Casa de VINHEDO. O senhor Paulo Baffa, faleceu em 3 de novembro de 2015, aos 84 anos, e deixou um legado de trabalho muito importante para nossa VINHEDO“, discursou Macaxeira, autor da homenagem.

PC: mais críticas ao Governo

CRITICAS
Mais uma vez o vereador Edson PC (PDT) atacou o prefeito Jaime Cruz afirmando que a Comissão Processante (CP) que investiga o chefe do Executivo, tem que tirá-lo do poder. “Tudo de ruim que acontece em VINHEDO a culpa é de Jaime Cruz. Ele cometeu inúmeros crimes de responsabilidade fiscal como o prédio alugado para a Polícia Militar que não foi utilizado e o prefeito pagou um ano de aluguel”. O vereador Edson PC também apresentou trecho da oitiva do prefeito Jaime Cruz à Comissão Processante. “O prefeito assume que deixou de recolher INSS e FGTS patronal no ano de 2015, o que configura apropriação indébita”, apontou.

Ana acha que o repasse de verbas federais para os municípios vai mudar com Bolsonaro

TINTA NA FAIXA
Sobre as faixas de pedestres da cidade, Carlos Florentino (PV) reforçou o pedido para retirada das tintas vermelhas no solo, que ficam escorregadias em dias de chuva, causando acidentes e queda de pedestres e motociclistas. “Essas faixas de pedestres pintadas de vermelho só deram problema, e eu, no passado, aqui nesse plenário, já havia solicitado a retirada dessa tinta, portanto, reforço esse pedido ao diretor de Trânsito, Douglas Genezini, para que coloque faixas de segurança que não escorreguem, pois o objetivo das faixas é nos trazer segurança e não causar mais acidentes”, cobrou Florentino.

PACTO FEDERATIVO
Ainda com relação às eleições, sobre o presidente governador eleito João Doria, e o novo presidente Jair Bolsonaro, a vereadora Ana Genezini (MDB) reiterou sobre a necessidade de alteração do pacto federativo. “No sábado acompanhei entrevista do agora governador João Doria sobre a necessidade de alteração do pacto federativo. Eu compactuo de sua opinião, de que os municípios precisam efetivamente ficar com maior parte da arrecadação e receber direto do Governo, sem ter que pedir para cada deputado, passando de Gabinete em Gabinete. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, também acenou positivamente à alteração do pacto federativo, e espero que isso realmente aconteça, porque delegaram serviços aos municípios sem aumentar os repasses que devem ser feitos diretamente para os estados e municípios”.

ACESSIBILIDADE
O projeto de Lei nº 53/2018 ganhou comentários de Sandro Rebecca. “Esse projeto autoriza a contratação de nova empresa concessionária do transporte público em nossa cidade, e sobre ele, conversei com entidades que tem interesse na questão, principalmente no aspecto inclusivo, da acessibilidade. Discutimos como os motoristas, cobradores e a própria diretoria da empresa concessionária poderiam ser melhores treinados para atender passageiros com deficiência, a necessidade de veículos 100% adaptados e outras melhorias inclusivas”.

REFORMA
Sobre a reforma da previdência, Rodrigo Paixão destacou a necessidade de elaboração de um projeto que não afete a classe média e trabalhadores. “A reforma que está pautada no Congresso Nacional é aquela que atribui à classe média, pequeno trabalhador e servidor público a culpa pelo déficit da previdência, isso não é justo. Sabemos que o próprio estado e grandes empresas e bancos são os grandes responsáveis por esse rombo, e a reforma, caso haja, deverá considerar isso”. Rodrigo Paixão lembrou a passagem do Dia do Livro, no dia de ontem, e desafio a todos a ler mais para conhecer mais e melhor a história e a vida do País e seus habitantes, assim como do planeta e do universo”, alertou o vereador.

RODOVIÁRIA
Paulinho Palmeira (PV) falou sobre problemas infraestruturais na Rodoviária. “Vi postagens da população questionando a situação dos banheiros, e pude confirmar os problemas em visita ao local. Em conversa com o responsável pela manutenção do espaço, me foi confirmado que os banheiros passaram por reformas recentes, porém vândalos quebraram novamente o espaço. O vandalismo atrapalha muito, porém a municipalidade precisa garantir o bom estado dos banheiros. Peço que o Poder Executivo olhe com cuidado para minha antiga proposta de ceder salas vazias da Rodoviária à entidades municipais, que poderiam contribuir na administração do local”.

EMENDAS
Marcos Ferraz comentou sobre suas emendas ao PL nº 53/2018, apresentadas na noite. “O projeto não pode prever completamente as cláusulas do edital, porém ele pode ser complementado, por isso apresentei emendas. Esse projeto precisa ser bem elaborado, assim como o edital e finalmente o contrato”.

PAGAR DE PACTO
Geraldinho Cangussú (PV) reforçou a necessidade de mudanças no pacto federativo. “Fique muito feliz em ouvir João Doria e Jair Bolsonaro falando sobre a necessidade de alteração do pacto federativo. Realmente os municípios precisam trabalhar com os recursos que lhe são de direito. Os candidatos eleitos tem esse compromisso de revisar o pacto federativo”.

CROWDPET
Por outro lado, a vereadora Flávia Bitar (PDT) falou do projeto Crowdpet. “Na última semana, junto ao criador do aplicativo Crowdpet, visitei a Secretaria de Bem Estar Animal do Governo do Estado, e nos reunimos com o major Bastos, sub-secretário. Apresentamos o aplicativo à Secretaria, para que adote o sistema que permite o fácil cadastros de animais e consequente controle de zoonoses”.

MAIS BRASIL
Edu Gelmi (MDB) também comentou a fala do presidente eleito, Jair Bolsonoro, sobre o pacto federativo. “Agora ele será o nosso presidente, e achei muito importante a fala dele sobre o pacto federativo. É exatamente isso que os municípios precisam, a desburocratização dos repasses às cidades, mais Brasil e menos Brasília”.

 

Paulo Baffa, o homenageado na Câmara

 

 

 

468 ad