VINHEDO: Casos de dengue caem em Vinhedo

A primeira ação de combate a dengue em área particular

O número de casos de dengue registrado em 2016 é o menor dos últimos quatro anos em VINHEDO.  O tema foi tratado durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas) no último dia 19. Em 2016 foram confirmados 18 casos de dengue no município. Em comparação aos quatro primeiros meses de cada ano, de janeiro a abril, em 2015 806 resultados deram positivos; em 2014 foi totalizado 107 casos e em 2013 o município computou 48 casos confirmados da doença.

A queda nos registros está diretamente relacionada às ações intensificadas no município. A Prefeitura de VINHEDO, por meio da Secretaria de Saúde, estabeleceu um novo plano de contingência para enfrentamento da dengue em 2016. Entre as atribuições do Plano está manter o monitoramento e controle da ocorrência das epidemias, atualizar o perfil epidemiológico das epidemias para desencadear ações; reduzir o risco de transmissão e dengue nas áreas endêmicas e letalidade de casos, mediante diagnóstico e tratamento oportuno e adequado.

Por meio do Decreto nº31, o prefeito Jaime Cruz também criou neste ano o Comitê Municipal Intersetorial de Vigilância e Controle da Dengue de VINHEDO. Instituído em caráter permanente, o Comitê tem a missão de acompanhar e estabelecer estratégias de ações voltadas à prevenção e controle da dengue e outras arboviroses.

O Comitê tem a função de promover a intersetorialidade, propiciando ações integradas e coordenadas para prevenção e enfrentamento da dengue, além de favorecer as tomadas de decisões e agilidades nos processos administrativos necessários. É subordinado diretamente à Secretaria de Governo, vinculado à Secretaria de Saúde e têm representantes das secretarias de Governo, Saúde, Educação, Fazenda, Administração, Serviços, Meio Ambiente e Urbanismo, Transporte e Defesa Social, Sanebavi.  Entidades também poderão ser convidados a compor o Comitê.

 

468 ad