VINHEDO: Crise afeta Festa da Uva em Vinhedo

O prefeito de VINHEDO, Jaime Cruz, comentou com a reportagem da FOLHA NOTÍCIAS, que este ano vai fazer algumas modificações no formato da tradicional Festa da Uva (FUV) em virtude da crise que assola o país e a quase totalidade dos municípios brasileiros, tanto que quase todos os prefeitos estão anunciando medidas de contenção gastos, inclusive aqui na Região Metropolitana de Campinas (RMC).


FESTA CASEIRA

“Não dá mais para atender a grande parcela que quer grandes shows, que quer grandes festas, temos que limitar os gastos, vamos fazer uma festa caseira em suas atrações e assim vamos prestigiar os artistas locais e regionais. A FUV de 2016 foi fechada em 2015, por isso ainda teve grandes shows com artistas como Anitta e os da dupla Guilherme e Santiago estão fora de cogitação”, revela Jaime Cruz.


TAC

Sobre a questão da data da FUV, Jaime Cruz comentou que “a festa deve acontecer depois de abril, não vai ser mais em fevereiro, vamos postergar para maio, antes ou depois, em função de estar sendo elaborado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com Ministério Público (MP) para estabelecer um novo formato para o evento”, revela.


ALTERNATIVAS

Jaime Cruz revela que está procurando alternativas para a FUV. “Pode ser que alguma empresa queira assumir a FUV e cobrar ingresso trazendo recursos para a Prefeitura, pode até ser, é só sentar e conversar, inclusive a Câmara de Vereadores aprovou no final do ano passado, uma lei que estabelece diretrizes para a parceria publico-privada”, lembra.

ALTO CUSTO

O gabinete do prefeito informou que a Festa da Uva era o maior custo da administração municipal. VINHEDO tem cerca de 70 mil habitantes, sendo que neste momento não é possível suportar os grandes shows que levavam até 40 mil pessoas ao recinto. Por outro lado, em 2016, o MP chegou a entrar na justiça pedindo a limitação do público em 10.500 pessoas, por questões de segurança e do alvará do espaço.

468 ad