VINHEDO: EX-PREFEITO MILTON SERAFIM LANÇA LIVRO COM MEMÓRIAS E HISTÓRIAS

O ex-prefeito de Vinhedo Milton Serafim lançou um livro em que resgata histórias, conta ‘causos’ e traz ao presente memórias da política nacional dos últimos 50 anos. ‘Milton Serafim – A vida, um desafio’ narra a trajetória do homem de origem humilde que investiu na própria educação para mudar de vida. Ele exerceu quatro mandatos como prefeito (1997-2000, 2001-2004, 2009-2012 e 2013-2014) de Vinhedo, ajudando a ‘construir’ uma das melhores cidades do país para se viver. Serafim comenta que demorou a aceitar o desafio de colocar sua história em livro. E explica: “Assim como eu, milhares de vinhedenses têm suas histórias de luta e perseverança.” Quando, no entanto, foi convencido, abriu o baú, resgatando fotos, fatos, e momentos vividos ao lado de outros grandes nomes da política nacional. Milton é filho de João Baptista Seraphim e Aparecida Tellau Seraphim, a dona Cida – casal de colonos que transpirava dando duro na Fazenda Tamburi, na Rocinha, cuidando da lavoura, em histórias que se misturam com o clã Von Zuben. O moleque Milton era louco por futebol e ainda há quem se lembre dele vestindo a camisa do Cotai. Mais tarde, quando foi convencido pelos amigos de que deveria se candidatar à Câmara Municipal, rodava pelas ruas da cidade num Fiat 147, com o número 5606 nas portas. Naquele ano, recebeu 454 votos, tendo a maior votação do município. Foi reeleito vereador e ganhou as eleições para o Executivo pela primeira vez em 1996. Quando deixou a Prefeitura em 2004, o IDH mostrava o município em primeiro lugar entre as cidades da Região Metropolitana de Campinas, o quarto do Estado e o 14º do país. Uma de suas maiores lembranças foi um telefonema recebido do Gabinete do então Presidente da República Fernando Henrique Cardoso. O Chefe de Gabinete de FHC estava do outro lado da linha com um pedido: “Prefeito, o Presidente gostaria de falar pessoalmente com o senhor. Seria possível vir a Brasília contar como conseguiu baixar tanto a criminalidade em sua cidade?”. Milton Serafim tem, portanto, muito o que contar…e muito está neste livro. (Texto:CarlosSantiago/Da Redação #FOLHANOTICIAS)

468 ad