VINHEDO: Finanças de Vinhedo na mira de vereadores

camara-vdo_17-10-16_cred-gegeu-maia-23

A rápida sessão realizada ontem na Câmara Municipal de VINHEDO deixou evidente a grande insatisfação de boa parte dos vereadores com relação à audiência pública com a secretaria Municipal da Fazenda sobre a dívida atual da Prefeitura. Segundo o vereador Hamilton Port, a pessoa colocada para substituir a secretária não tinha muito preparo para a função e por causa disso ficou sem responder a maioria das questões contidas no requerimento assinado por quase todos os vereadores solicitando informações à secretária Deise Gomes.

INJUSTIFICÁVEL
“A Secretaria da Fazenda acabou cumprindo a convocação da Câmara, através de seu representante, no último dia 13, ou seja, com prazo já vencido, representando um absoluto descumprimento à lei. A controladoria e a secretaria de Negócios Jurídicos denominaram a convocação da Câmara de ‘politiqueira’, tentando justificar o não cumprimento da lei, o que me parece totalmente injustificável. Fica o nosso profundo pesar pelo que aconteceu, e iremos tomar providências”, ameaça Port.

CRIME DE RESPONSABILIDADE
O vereador Dario Pacheco também se posicionou sobre o assunto da dívida. “Não pude comparecer à audiência, mas acompanhei parte da excelente atuação dos parlamentares presentes, cumprindo o papel que cabe a essa Casa, indagar sobre pontos obscuros da administração municipal. Infelizmente as indagações não foram devidamente respondidas, o que nos leva a crer que de fato houve crime de responsabilidade”.

CPI DA DÍVIDA
No final da sessão o vereador Rodrigo Paixão apresentou um requerimento para a instalação de uma CPI da Dívida para a qual precisa, entre outros itens, de cinco assinaturas no mínimo. Mesmo com o encerramento da sessão o vereador oposicionista conseguiu cinco assinaturas a saber: Waldir Barreto, Dario Pacheco, Marta Leão, Hamilton Port e o próprio Rodrigo. Segundo Rodrigo, mesmo com as assinaturas necessárias, o pedido da CPI será avaliado ao longo da semana para fins de novas assinaturas que justifiquem o documento ser protocolado na Câmara.

OUTUBRO ROSA
Sobre o Outubro Rosa, que trata da conscientização sobre o Câncer de Mama, o vereador Valdir Barreto comentou que “se fala muito da descoberta precoce do Câncer de Mama, a fim de evitar óbitos pela doença, porém pouco se fala da prevenção primária, ou seja, da adoção de medidas que evitariam o próprio surgimento da doença. O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva apontou dados de que 30% dos casos de Câncer de Mama poderiam ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis, como atividade física, boa alimentação, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, amamentar, entre outros, portanto, é preciso enfatizar essas medidas”.

468 ad