VINHEDO: Piloto vinhedense vence 1ª etapa do ‘South American Rally’

Os únicos representantes brasileiros na categoria UTVs começaram desbravando em grande estilo o roteiro da 1ª edição do South American Rally Race, na Argentina. No primeiro dia de disputas, que teve largada e chegada em San Juan, o vinhedense Rodrigo Luppi e seu parceiro Maykel Justo #207 venceram a etapa na geral após completarem em 3h06m20s os 292 km de trechos cronometrados. A dupla cravou, ainda, o melhor tempo também entre carros, motos e quadris. Edu Piano/Solon Mendes #204 fecharam o dia em 7º (3h32m22s) e aprovaram o roteiro repleto de pedras, rios secos, erosão trechos sinuosos, dunas e onde além da pilotagem, a navegação foi muito exigida. As duplas competem com UTVs (Can-Am Maverick X3) preparados pela Território Motorsport, equipe de Tatuí (SP).

“Foi sensacional essa vitória no primeiro dia e fiquei muito satisfeito com o desempenho do UTV! Conseguimos imprimir um ritmo bom, mas sem sustos e sem ultrapassar limite. A navegação do Maykel foi perfeita”, afirma o piloto de VINHEDO, Rodrigo Luppi, que faz sua estreia em provas internacionais, apesar de anos no off-road.

“A Especial foi muito complexa e completa e arrisco dizer que a navegação fez a diferença, pois a gente tinha de ficar muito atendo a tudo e consegui fazer o mais rápido possível, sem errar nada e sem perder os waypoints, daí conseguimos vencer o dia na geral”, explica Justo (Taubaté/SP) cujo currículo tem nove edições do Rally Dakar e já conhece parte do roteiro de edições anteriores quando Dakar era disputado na América do Sul.

Com três décadas de off-road, o multicampeão dos ralis no Brasil aprovou e ficou impressionado com o nível técnico do South American Rally Race. “Prova dura do início ao fim, do jeito que gosto e foi muito difícil. Estou feliz demais de participar desta prova, posso dizer que se fosse embora hoje já tinha valido a pena ter vindo”, dispara Piano que completa: “Os lugares onde conseguimos andar perto de 130km/h foi dentro de leito de rio seco, ainda assim cheio de valetas e pedras. Fizemos uma prova conservadora e terminamos com o UTV inteiro.” Único competidor do Ceará com sete títulos no Rally dos Sertões (todos conquistados com Piano) ressalta que o desafio é grande e está se adaptando. “Hoje fizemos um rali bem diferente do que estou acostumado. O terreno é desafiador, a planilha é boa e a organização está de parabéns pois nos entregou uma prova muito legal neste primeiro dia. O mais importante foi ter completado a etapa e estamos empolgados para conhecer o que vem pela frente nas próximas seis etapas”, finaliza Mendes que completou 35 anos de rali.

No sábado (8), os competidores deixaram a capital San Juan rumo a Vale Fertille. A 2ª etapa terá um total de 446 km dos quais 247 de trechos cronometrados, no percurso salinas, dunas, fesh fesh e muitas erosões. O rali tem sete etapas, mais de 2500 km, cruzará três províncias argentinas (San Juan, La Rioja e Catamarca) e termina no dia 14/2. Mais informações no www.sarr2020.com.

(Fonte:Assessoria de Imprensa – Equipe Território Motorsport MSuzuki Comunicação)

Autor: Geraldo Maia 62

Compartilhe esta notícia no
468 ad